segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

O ultimo aporte do ano, taxa de poupança e Décio bazin.



 APÓS O BOOM , O CRASH . PREVISÍVEL COMO A LUA
(Transcrito de BALANÇO FINANCEIRO, dezembro de 1987)

   Quando nosso mercado acionário desmoronou em junho de 1971, um especulador que não sabia operar com a Bolsa em baixa disse-me que iria cair fora dos pregões e que só voltaria quinze anos depois. 
    Ele tinha desenvolvido uma teoria de ciclos da Bolsa e pelos seus cálculos o mercado somente voltaria a melhorar em 1986. Porque então ficar correndo riscos, se o seu dinheiro poderia ficar bem abrigado em títulos de renda fixa? 
    Segundo a teoria, os booms começam quando malucos irresponsáveis, que nunca passaram sequer pelo calçadão da Bolsa de Valores, e que em determinado momento possuem mais dinheiro do que merecem e do que têm capacidade de administrar, desembestam ao mesmo tempo no mercado acionário, atraídos por boatos de que lá muita gente está fazendo ou aumentando fortunas. 
    Boom é prenúncio de crash . A massa de dinheiro irresponsável que entra no mercado é tão grande que as cotações sobem a níveis incontroláveis e atingem patamares que os profissionais logo reconhecem como sendo irreais. 
   Para os verdadeiros profissionais, é tempo de colheita. Eles embolsam os seus lucros e se retiram para uma distância prudente, deixando o campo aberto para a turba predatória. E a Bolsa vira pandemônio. 
  Estabelecido o caos, a autoridade intervém e a algazarra termina, com grande frustração dos participantes. Eles então caem na realidade, recolhem o que podem salvar e vão para casa envergonhados. 
   O normal é ficarem tão traumatizados que durante muito tempo não quererão nem ouvir falar de Bolsa nem de qualquer outra modalidade de jogatina.
   Mas a vida passa, e eis que um dia, quinze anos depois, muitas dessas pessoas estão com as vidas e as fortunas refeitas.
   Quinze anos também é tempo suficiente para surgir nova geração de indivíduos mais refinados e mais capacitados para ganhar dinheiro do que os da geração anterior. E mais ousados e ambiciosos. 
   A massa de dinheiro que esse pessoal acumulou está pronta para desembocar na Bolsa de uma só vez, e causar mais um boom , que naturalmente traz o germe de novo crash . Tão previsível como as fases da lua. 
    Embora a teoria tivesse lógica, a marcação da data parecia pura adivinhação, por isso não levei o assunto a sério. Mas, por coincidência ou por qualquer outro motivo, a teoria funcionou com a exatidão prevista. 
    Quinze anos depois da previsão – em junho de 1986 –, quando a Bolsa despencou após dois meses de altas estapafúrdias provocadas pelo Plano Cruzado, aquele mesmo especulador telefonou-me para dizer:

– Eu não falei?
   Ele estava tão eufórico quanto o cientista que vê sua teoria comprovada pelos fatos. Atuando ativamente no mercado de opções, arriscou toda a sua fortuna e multiplicou-a por dez.

   Ele saiu do mercado bem antes de quebra. Nunca vi ninguém com tanta confiança no taco.




                          Resumo da taxa poupança e aportes 2017





  1. No ano este esforçado investidor aportou ao todo: R$  ( 41.900 ) Reais a.a
  2. A média de aportes no ano base foi de : ( R$ 3.491 ) Reais a.m
  3. Aporte dezembro: ( 3.700 ) Reais a.m
  4. Até o momento paguei em imposto de renda nas operações em bolsa  : R$ ( 7.405,66 ) Reais
  5. Obtive um crescimento patrimonial descontando aportes de  : R$ (  74.443,63 ) Reais
  6. Até  momento contabilizado ultimo aporte disponho de : R$ (  296.000 ) Reais em patrimônio acumulado em valor de mercado.


Taxa de poupança:



  1. Metodologia de cálculo: Total Receitas a.m ( - ) total despesas a.m  = Resultado ( / ) Total receitas = Taxa de poupança mensal.
  2. OBS: O item total receitas inclui renda de proventos em geral + renda familiar , portanto como podem notar disponho de uma renda familiar modesta e despesas pequenas.

Percentuais acumulados  2017

  1. Janeiro: 71,01%
  2. Fevereiro: 85,84%
  3. Março: 46,52%
  4. Abril: 68,08%
  5. Maio:62,94%
  6. Junho: 69,34%
  7. Julho: 29,60%
  8. Agosto: 70,60%
  9. Setembro: 56,97%
  10. Outubro: 49,29%
  11. Novembro: 34,50%



  1. Qual o  segredo de minha caminhada  depois de três anos de blogosfera e pelo menos oito anos  de poupança ininterrupta?
  2.  Manter despesas sobre controle:  Isso inclui  não ter carro ,  morar perto do serviço, não comer fora  , não fazer passeio e viagens caras, comprar sempre no atacado, fazer estoque para muito meses, comprar roupas em liquidações etc
  3. Pelo lado da receitas: Operações bem sucedidas em bolsa de valores, renda extra e muita frugalidade.
  4. Sim não existe formula mágica: A matemática é bem simples, quanto mais sobra das receitas mensais maior  será meu  aporte mensal.
  5. Quanto mais empresas lucrativas compro em bolsa com boa margem de segurança melhor tende a ser  remuneração mensal de minha carteira previdenciária.
  6. Não existe Vitória sem sacrifício, portanto se você é pobre  precisa trabalhar, investir , empreender  ETC  e principalmente evitar pagar custos desnecessários .
  7.   No que tange despesas: Mantenho minhas despesas na faixa de ( R$ 2.200) reais mensais e o que sobra é totalmente direcionado para investimentos em Ações&FII.
  8. Conclusão:  Se eu tivesse adotado este estilo de vida quando tinha meus 20 poucos anos hoje  estaria  tranquilo em relação a média nacional.  Me lembro como se foste ontem;  quando dei inicio aos meu plano de aporte com 25 anos , quem dera  tivesse começado  com 17 anos.  


    Abraço

sábado, 9 de dezembro de 2017

Giro de mercado

  1.   Algum tempo atrás  resolvi não  fazer mais vendas recorrentes: Eis que ao  analisar o resultado estimado para ABC Plaza no orçamento planejado para 2018 me deparo com aumento expressivo no lucro.
  2.  No cenário macro a coisa esta  se desenhando para uma não aprovação da reforma, além disso no melhor cenário possível nosso governo fará um puxadinho de reforma, ou seja reforma teria um efeito praticamente nulo a médio prazo, como sempre alertando político pensa no voto não na questão contábil.
  3.  Qualquer um sabe que reformas são mal vistas pelo povo e portanto todas reformas devem ser sumariamente barradas ou drasticamente reduzidas.
  4.  Não vejo outra saída  para nosso governo se não se endividar pagando mais juros ao mercado como forma de se financiar nos próximos 6 anos.
  5.   O mercado também aposta neste cenário em 2021 tanto que as curvas médias e longas começam desenhar um aumento expressivo de premio  oferecidos.
  6.   Então uni o útil ao agradável reduzindo  exposição no setor bancário que ao meu ver será bastante afetado se este cenário se confirmar adiante, sendo assim vendi minha parca posição em Bradesco  e troquei por ABC  ( Menor volatilidade)  visando blindar a carteira para cenário adiante.
  7. Pretendo recomprar Bradesco com uma margem de segurança maior adiante se este cenário vir a se confirmar.
  8. Vendas: 198  BBDC3
  9. Compras: 370 ABC11
  10. Como vendi abaixo da faixa de  isenção não recolho imposto: Lucro na operação incluindo dividendos recebidos  até o momento +  ( 1.747,85)  ou + 38,86% .



Racional: Como podem ver tenho trocado  ativos cíclicos  e voláteis que tendem ser  mais afetados em um cenário de déficits crescentes por ativos com menor volatilidade. O racional por de trás da movimentações é ser   menos afetado por uma queda brusca  na bolsa.

A rentabilidade mensal esta ligeiramente positivo pois vendi  ativos cíclicos  com bom ágio.








quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Balancete Relampago ( Novembro) + ( 2.946,61) Rentabilidade + ( 0,17%)





             A Sabedoria atemporal de Décio Bazin

                                                                         


• Preços não sobem nem descem na Bolsa de Valores; são puxados ou derrubados.
• Na Bolsa, como no amor, é melhor esquecer os maus momentos.
• Ter dinheiro e perdê-lo é pior do que nunca tê-lo tido.
• Há duas coisas que incomodam na Bolsa: os prejuízos da gente e os lucros dos outros.
• O futuro recompensa os que têm paciência com ele.


                                                                    Décio Bazin
    



 PEGAR NO PESADO COM UM MILHÃO NO BOLSO?

(Transcrito de BALANÇO FINANCEIRO, janeiro de 1990)

Há algumas semanas, vi um anúncio no jornal oferecendo sociedade para quem tivesse disponível o equivalente a um milhão de dólares. O ramo de negócios propostos era o do comércio de materiais de construção Não bastava ter a dinheirama para ser aceito como sócio. Outros requisitos eram exigidos.  O candidato precisava ter tino comercial e disposição para trabalhar duro, e estar sempre pronto para viajar. Naturalmente, tinha também que gozar de boa saúde e desfrutar de bom conceito na comunidade. Só faltou exigir rapidez em datilografia, domínio do vernáculo e facilidade para cálculo.Nem parecia que o proponente estivesse procurando um sócio, mas um empregado serviçal que pudesse tocar sete instrumentos e  ao mesmo tempo assoviar e chupar cana. Eu já tinha visto coisa semelhante quando o padeiro da nossa esquina começou a oferecer participação no seu negócio. O candidato à sociedade, além de trazer capital, deveria ser madrugador e capaz de trabalhar dia e noite, sete dias por semana, sem descansar. Apareceram diversos interessados.Fiquei pensando quantos donos de um milhão de dólares responderiam ao anúncio. Pois não seria um caso para camisa-de-força trocar o mercado financeiro pelas asperezas da vida de empresário no Brasil de hoje?

    Quem é dono de um milhão de dólares está livre de sujeitar-se à displicência e à ingratidão de certos empregados, assim como às discussões com gerentes de bancos, fornecedores e devedores, e também às extorsões dos fiscais da prefeitura. Ninguém é obrigado a sofrer essas contrariedades se tem um milhão de dólares. É só administrar o capital com sabedoria que as aflições passarão ao largo. Nem será preciso investir todo o milhão. Basta um quarto dessa quantia. Com o equivalente a 250 mil dólares, pode-se montar uma carteira de ações com meia dúzia de empresas rentáveis, e com ela obter rendimento em dividendos que dará tranquilidade à família até a terceira geração. No setor especulativo, há mil e uma estratégias e combinações para ganhar na Bolsa, que, todavia, não são divulgadas por constituírem segredos da profissão.

     Esse escrúpulo, aliado às coisas esotéricas que se falam sobre o Mercado e às explicações estapafúrdias que saem nos jornais sobre o comportamento diário dos pregões, não contribui para a divulgação adequada das Bolsas. Um exemplo de má divulgação do mercado acionário ocorreu durante a contagem dos votos do primeiro turno das eleições para presidente da República. Os jornais disseram que a Bolsa subiu às 10 horas porque Collor se firmou na liderança; que caiu às 11 porque Lula passou Brizola; e que terminou em queda porque se estreitou a diferença entre Collor e o segundo colocado... Despautérios desse gênero transmitem ao leigo a impressão fantasista de que os Investidores da Bolsa constituem-se de pessoas de raciocínio rápido, com o dedo no gatilho, prontas para tomar decisões instantâneas; de que só ganha na Bolsa quem anda com o ouvido colado ao rádio; e de que o menor erro ou descuido será fatal. De acordo com essa visão, negociar com ações seria tão perigoso quanto andar numa corda bamba, sobre o Anhangabaú, entre os edifícios do Banespa e da antiga Light.

      Nada mais falso. O Investidor consciente dispensa palpites de operadores que raciocinam rápido. E demora semanas para tomar uma decisão, como o atirador que “dorme” na pontaria. Quando atira, não erra.


                                      Balancete Novembro



Aporte: + R$ 2.000,00
Proventos:+ R$ 1.335,03
Variação: + 2.496,01
Lucro Mensal: + 496,01
Rentabilidade Mensal: + 0,17%
Rentabilidade Anual: + 33,98%
Ibovespa 2017 : + 19,70%
Ibovespa Novembro: - 3,47%
Rentabilidade Histórica: + 67,63%
Período 31 meses: 2,18 % a.m
Movimentação do período:

Vendas no mês Ações&FII 



  1. - CBOP11  
  2. - KNRI11
  3. - HGLG11
  4. - EZTC3


Ganhos % líquido de imposto e custos
Ações: + 32,52%
FII: + 40,97%



 Compras no mês FII

  1. - ABCP11: 312 cotas
  2. - TAEE11: 1.600 Ações
  3. - ITSA3 : 165 Ações
  4. - UNIP6 : 100 Ações
  5. - UNIP3 : 1.100 Ações

  1.    Notas: Na ultima semana o mercado de renda variável azedou e as ações de minha carteira despencaram junto. O que  segurou  boa rentabilidade no mês mais uma vez foi algumas realizações em FII& Ações que apresentaram resultados medianos em seus balanços, resolvi vender alguns FII sobrevalorizados e brindar minha carteira para crises, encerro assim minhas movimentações para os  próximos meses  OBS:  adiante farei apenas  ajustes pontuais com aporte e reinvestimentos.
  2.   A estratégia foi executada conforme racional de brindar minha  carteira para os próximos três anos, sendo assim me  desfiz  de ativos cíclicos e sobre-precificados para comprar ativos  mais resilientes  que apresentem uma relação risco retorno alinhado ao cenário macro de déficits fiscais crescentes nas contas do governo.





Racional Vendas:

  1. EZTEC =  Ativo sobre precificada dentro de um setor cíclico
  2. KNRI: Ativo sobre precificado, setor  cíclico e  queima de caixa.
  3. HGLG: Ativo sobre precificado , setor cíclico e  queima de caixa.
  4. CBOP:  Ativo sobre precificado , setor cíclico e queima de caixa.

Racional Compras:

  1. TAEE11: Compradas na baixa que antecedeu leilão da cemig com boa margem de segurança e yield on cost atrativo.
  2. ITSA3: Aumento de posição gradual com proventos mensais, este ativo se encontra próximo ao preço teto estipulado por minha persona.
  3. UNIP6: Vinha comprando muitas  unipar antes da disparada recente.
  4. Racional:Valuation atrativo, exposição a um produto dolarizado.
  5. UNIP3: Comprei após venda de parte da posição de CBOP.



Disclaimer:
- Não siga minha estratégia, racional , movimentação.
- Não faço analise de ativos mobiliários,
- Não me responsabilizo por perdas de terceiros.
-  Não recomendo venda  ou compra de ativos.

                                    

                                                                     

                      Carteira Ações                                                          


   


                                               Carteira FII

                            Carteira Consolidada

sábado, 25 de novembro de 2017

Ranking de renda passiva ( setembro )

  1.       Pessoal perdi o texto que estava editando algumas semanas ( Zica),  portanto não terei tempo de reescrever tudo novamente e editar: Peço desculpa pela cagada mensal, sendo assim postarei apenas as tabelas  resumidas mensalmente para consultar de suas respectivas posições . No próximo mês o ranking volta normalmente com as descrições das peripécias mensais dos aventureiros  na renda passiva.

                                             Considerações sobre o ranking



  -  A partir de agora o ranking vai ser sempre editado na terceira semana do mês corrente.


                                                         Estatísticas do ranking

                                                                     


                                              Click na imagem para melhor visualização

                                        
Resumo do ranking: Destaques do mês

  1.   - Viver de dividendos me passou, principalmente pela recente valorização do dólar e minhas peripécias na renda variável visando ganho de patrimônio em detrimento de renda  momentaneamente.
  2.  - Pobre sofredor arrumou um emprego de funça terceirizado e deu relatos mais que corriqueiros sobre todo funcionamento da maquina pública, corroboro com todas teses que ele apontou no blog dele baseados em fatos e evidências satisfatórias .
  3.  - Heavy metal anda aportando feito louco,  ninguém segura este empresário tupiniquim! será que é metido com politicagem?
  4.   -  Viver de construção anda mais lerdo que lesma no asfalto quente, anda tocando seus projetos com a barriga.
  5.   -  Pobre japa continua fissurado pelo físico atlético e rampeiras de motel.
  6.    - Zé ninguém voltou aportar forte.
  7.   -  Funcionário público emprestando dinheiro para amigo de longa data.
  8.   - Soldado do milhão continua evoluindo bastante rápido na divisão dos estagiários.
  9.   - Mestre dos dividendos : Sai de -2% de rentabilidade no mês  para + 1,80% com minhas ultimas movimentações, estou próximo de bater 300k no próximo mês, consequentemente minha carteira ficou tão grande que basta uma movimentação acertada para ganhar dois ou três meses de aporte, um dos motivos de não estar escrevendo muito nos últimos tempos é que estou gastando mais tempo estudando balanços e tentando melhorar meu desempenho no mercado.

Abraço chimpas.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Giro de mercado ( Azedou)


                                                       Vendas do mês


                                                                      


KNRI11: Venda Total
HGLG11: Venda Total
CBOP11: Venda parcial 19 cotas.


Lucro líquido livre de impostos e custos ( + 7.070,68 )
Aluguel recebido no período: ( + 4.438,53)
Retorno total líquido sobre capital investido: ( 11.509,21) ou ( +  44,51%)


Compra  do mês

Taesa: 1.700 ações
Itaúsa: 165 Ações
ABCP: 145 cotas
Trade3: 100 ações



  1.     Racional das operações:  Vendendo setores cíclicos  sobre precificados e comprando ativos anticíclicos a preços de ocasião.

 Racional: Estes três  FII que vendi estão queimando caixa e devem sofrer reduções significativas adiante, principal se não conseguirem repor a vacância anunciada nos últimos meses, ademais existe sobre oferta regional como  alertando anteriormente, consequentemente preços do m2 quadrado devem convergindo para realidade regional.


   O fluxo estrangeiro como sempre  é  responsável pelas  grande vendas e estilingadas do IBOV:
conferir no link abaixo  anexado ao excelente  blog  gringolândia um dos melhores blogs sobre fluxo estrangeiro na bolsa  tupiniquim :https://www.youtube.com/watch?v=x0z48gZYCHo

Rentabilidade parcial do mês : ( - 2,19%) 
IBOVE parcial do mês: ( - 4,68%)
Rentabilidade parcial no ano: (  + 30,82%) a.a
IBOZO Parcial no a.a ( +  17,60%)

Alocação da carteira:

FII: 39,56%
Ações: 60,42%


Lucro VS aporte


Aporte no ano: ( + 38.200)
Lucro acumulado no ano: ( + 67.143,63)

                                           
               Resumo do mestre: A ilha da fantasia tupiniquim

  1.  A ultima vez que IBOZO & IFIX bateu  máximas, foi algumas semanas atrás quando comecei realizar minha carteira de setores cíclicos, principalmente por não acreditar que o fiscal vai se sustentar no próximos anos.
  2. A minha estratégia é um tanto complexo para descrever em poucas linhas , mas a figura abaixo da entender como opero no mercado tupiniquim.

                                                            



  - Pela cenários descrito acima podemos notas que no que tange economia estamos entrando numa espiral de déficit fiscal que se não for sanada rapidamente deve desembocar em algumas consequências indesejados .

- Aumento de  premio oferecidos nos  títulos públicos visando rolar a imensa dívida pública que já passa dos 3 trilhões e 500 bilhões.

- Reprecificação dos ativos dos  mercados emergentes caso FED banco central norte americano limpe  seus balanços gradualmente nos próximos anos.

- Crescimento exponencial da relação dívida PIB e consequentemente do déficit nominais tupiniquins.

- Aumento de imposto generalizado que deve culminar em recessão  acentuado .

 - Conclusões: Toda dívida  feita no presente por  qualquer governo inevitavelmente tende ser paga com mais imposto no futuro. A conclusão aqui é elementar, sabemos de antemão que boa parte da receita governamental é  indexada as despesas, tão logo as receitas aumentem as despesas acompanham.

- O caso do Brasil é ainda mais  gritante já que boa parte do orçamento público esta indexado as despesas  discricionárias  amparadas por lei.

  - A ilusão de ótica da contabilidade dos governo é acreditar que a economia pode crescer indefinidamente sem que aja formação de poupança , aumento de produtividade real e genuíno empreendedorismo.

Fonte de estudo:https://d1x0mwiac2rqwt.cloudfront.net/p6sAA9VLNKeQwfoNEOyWe9HIxaialTZ5Dzs2gGil-kNuV9DEl38nkRmfsIdRONwK/by/3330888/as/LER_COM_URGENCIA.pdf


Abraço



segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Giro de mercado ( Bom filho a casa torna)




Vendas FII : KNRI
Vendas FII: HGLG
Lucro Líquido IR e custos + Aluguel: 7.462,93 + 51% sobre capital investido.

Compra 1000 : TAEE11
Compra 100 : TRADE3
Compra FII: ABCP  145 cotas

Rentabilidade parcial no mês - 0,82%
Aporte: 2000

Alocação carteira:
56,50% ações
43,40% FII


Rentabilidade 2017: 32,66%


Abraço

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Fechamento Relampago + (11,420,03) Rentabilidade + ( 2,78%)

      Na vida e no mercado





Aporte: R$  3.600
Proventos: R$ 566,50
Variação: + 11.420,83
Lucro mensal: + 7.820,83
Rentabilidade Mensal: 2,78%
Rentabilidade Anual:34,06%
Ibovespa 2017 : 23,38%
Rentabilidade Histórica: 68,12%
Período 30 meses: 2,27% a.m


Movimentação do período:

Vendas no mês Ações
 
- TRADE3
- EGIE3
- EZTC3
ganhos % líquido de imposto e custos + ( 13,25%)
Compras no mês FII

- ABCP11 leilão a R$ 12,19  e  mais um pouco posteriormente em R$ 15,10.

   Notas: Na ultima semana o mercado de renda variável azedou e as ações de minha carteira despencaram junto. O que  segurou  boa rentabilidade no mês mais uma vez foi minhas realização em ações que apresentaram  resultados medianos nos balanços, resolvi vender alguma boas ações  por um  propósito nobre que é adquirir um bom FII a um preço razoável.

Racional:

EZTEC = Sobre precificada dentro de um setor cíclico
EGIE3: Afetada pelas chuvas e aumento de custos nos reservatórios.

                                 Seção Ações

                                                  

  

                                 Sessão FII


                                  Consolidado
  
 


sábado, 28 de outubro de 2017

Sim ! Não existe vantagem em receber dividendos isentos no brasil.

          Caracterização e definição de alguns tributos brasileiros sobre cadeia de produção.

Reflexões: Aumento de imposto inevitável por  (Daniel Nigri)
https://www.youtube.com/watch?v=LtaWfkt1N00
Corporate Tax:  Tributação em países desenvolvidos : 
Carga tributária Brasil estudo atualizado pela receita receita federal:




Carga tributaria americana fonte:

Impostos sobre empresas:
 https://pt.tradingeconomics.com/united-states/corporate-tax-rate
Impostos de renda pessoa física:
https://pt.tradingeconomics.com/united-states/personal-income-tax-rate

Seguridade social:
https://pt.tradingeconomics.com/united-states/social-security-rate
Contribuição seguridade social empresas:
https://pt.tradingeconomics.com/united-states/social-security-rate-for-companies

Contribuição social empregados:
https://pt.tradingeconomics.com/united-states/social-security-rate-for-employees



                                        Observações feita pelo estudos acima.

     Conforme Machado (2002), tributo é toda prestação pecuniária compulsória em moeda, ou cujo valor nela se possa exprimir, que não constitua sanção de ato ilícito, instituída em lei e cobrada mediante atividade administrativa plenamente vinculada. Os tributos podem ser divididos conforme a sua espécie em impostos, taxas, contribuição de melhoria, empréstimo compulsório e contribuições sociais.Segundo Geiger e Arend (2006), conforme a incidência sobre a produção, esses impostos podem ser colocados na seguinte ordem: ICMS, recolhido pelos estados; IPI; Cofins; PIS/Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep); Imposto Sobre Serviços (ISS), de competência municipal; e Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Além disso, sabe-se que também incidem o Imposto de Renda (IR); a Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSSL); o Programa de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural); e o Imposto Territorial Rural (ITR).
Segundo definição encontrada no site Portal Tributário3, o ICMS é de competência dos estados e do Distrito Federal. Este incide sobre o Valor Adicionado, portanto tem a vantagem de não ser cumulativo, mas sua aplicação pode se tornar complexa, devido à concorrência entre os entes federados. Isso ocorre devido às isenções e à diferenciação de alíquotas praticadas pelos estados, que usam tal imposto de forma arbitrária, visando atrair empresas por meio da concessão de vantagens. Essa prática torna tal imposto extremamente complexo, facilitando a sonegação e criando dificuldades no que tange ao controle contábil das empresas. Segundo a Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul, a alíquota para bebidas alcoólicas éde 25% nas Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e de 7% para as Regiões Sul e Sudeste, exceto para o Estado do Espírito Santo, onde é de
12%. O IPI é não cumulativo, podendo se recorrer ao mecanismo de crédito fiscal, por meio do qual a empresa pede o ressarcimento do valor do IPI que já foi pago pelos elos anteriores da cadeia produtiva. Esse imposto recai apenas sobre o Valor Adicionado no respectivo elo da cadeia, uma vez que, se isso não ocorresse, a produção se tornaria muito onerosa, desestimulando o setor produtivo e incentivando a sonegação. Segundo o inciso IV, artigo 153, da Constituição Federal, o Imposto
Territorial Rural (ITR) tem como fato gerador a propriedade rural. Ele apresenta um percentual de incidência diferenciado, conforme o grau de utilização e o tamanho da propriedade, incidindo apenas sobre propriedades familiares com mais de 30 hectares. Entretanto a produção de uva é realizada,
predominantemente, em pequenas propriedades rurais, as quais ficam, então, isentas do pagamento de ITR. O PIS tem como objetivo auxiliar o empregado na integração à empresa e na formação do patrimônio do servidor público, podendo incidir sobre o faturamento, ou sobre a folha salarial total. Segundo a Receita Federal, esse imposto possui alíquota de 1%, se cumulativo, ou uma alíquota de
1,65%, se não cumulativo. O Cofins, por sua vez, tem como objetivo financiar a seguridade social, sendo cobrado sobre o faturamento mensal, ou seja, sobre a receita bruta. São contribuintes desse imposto as pessoas jurídicas, incluindo-se as empresas públicas e sociedades anônimas ou mistas. Sua alíquota é de 3%, se cumulativo, e 7,6%, se não cumulativo.



                                                      Juros sobre capital ou JCP



FonteCVM:http://www.cvm.gov.br/export/sites/cvm/legislacao/deliberacoes/anexos/0600/deli683.pdf
Estudo: http://congressocfc.org.br/hotsite/trabalhos_1/113.pdf
Custo Brasil:https://pt.wikipedia.org/wiki/Custo_Brasil


                                                       O que é margem líquida ?

Em outras palavras, o lucro líquido de um serviço ou de um produto é obtido a partir do lucro do bruto, menos tributação e despesas fixas e variáveis. Para a margem líquida, divida esse valor pelo total da receita. O cálculo é quase igual: Margem líquida = Lucro líquido após os impostos / Receita total x 100


                                                    O que interessa ao acionista?
RECEITA OPERACIONAL BRUTA
Vendas de Produtos
Vendas de Mercadorias
Prestação de Serviços
(-) DEDUÇÕES DA RECEITA BRUTA
Devoluções de Vendas
Abatimentos
Impostos e Contribuições Incidentes sobre Vendas
= RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA
(-) CUSTOS DAS VENDAS
Custo dos Produtos Vendidos
Custo das Mercadorias
Custo dos Serviços Prestados
= RESULTADO OPERACIONAL BRUTO
(-) DESPESAS OPERACIONAIS
Despesas Com Vendas
Despesas Administrativas
(-) DESPESAS FINANCEIRAS LÍQUIDAS
Despesas Financeiras
(-) Receitas Financeiras
Variações Monetárias e Cambiais Passivas
(-) Variações Monetárias e Cambiais Ativas
OUTRAS RECEITAS E DESPESAS
Resultado da Equivalência Patrimonial
Venda de Bens e Direitos do Ativo Não Circulante
(-) Custo da Venda de Bens e Direitos do Ativo Não Circulante
= RESULTADO OPERACIONAL ANTES DO IMPOSTO DE RENDA E DA CONTRIBUIÇÃO SOCIAL E SOBRE O LUCRO
(-) Provisão para Imposto de Renda e Contribuição Social Sobre o Lucro
= LUCRO LÍQUIDO ANTES DAS PARTICIPAÇÕES
(-) Debêntures, Empregados, Participações de Administradores, Partes Beneficiárias, Fundos de Assistência e Previdência para Empregados
(=) RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO

Resposta: Resultado líquido do exercício.

                                                                      O que é ROE?

ROE é o acrônimo de Return On Equity (em português: Retorno sobre o Patrimônio). A ROE é um indicador financeiro percentual que se refere à capacidade de uma empresa em agregar valor a ela mesma utilizando os seus próprios recursos.


          O resultado líquido e roe das empresas brasileiras é inferior as empresas americanas?

Para um perfeito embasamento recomendo o site  fundamentus :  Dentro do site  fundamentus você pode agrupar empresas de acordos estes dois critérios: Margem líquida e Roe: http://www.fundamentus.com.br/resultado.php

Infelizmente não encontrei tal ferramenta no sites americanos como morning star:http://financials.morningstar.com/income-statement/is.html?t=MSFT

 OBS: O lucro líquido é afetado por diversas variáveis como, despesas financeiras, impostos, custos de mercadorias , depreciação e custos ADM etc.

No geral  empresas americanas possuem retorno maior e uma margem líquida também maior do que as empresas brasileiras com exceção do setor bancário.

  Um dos fatores responsáveis por esta baixa produtividade se encontra nos  impostos incidentes na cadeia de produção que oneram lucro líquido da empresa, como podem constatar existe setores mais ou menos tributados, alguns setores possui isenção ou vantagens em relação a outros setores etc.

   Portanto é presunção dizer que em toda empresa existe vantagem em receber dividendos isentos ou JCP deduzido do lucro líquido sem antes fazer um estudo do imposto sobre faturamento em cada empresa.

Exemplo:  setor de varejo possui maior incidência de impostos nos insumos e produtos o que afeta diretamente a cadeia de produção e consequentemente o lucro líquido.


                                                       Estudo do caso grazziotin

Fonte IRT bovespa valor adicionado 2016:  ( Entre na aba valor adicionado)
https://www.rad.cvm.gov.br/ENETCONSULTA/frmGerenciaPaginaFRE.aspx?NumeroSequencialDocumento=62801&CodigoTipoInstituicao=2

Responda seguinte reflexão: Existe impostos na cadeia de produção do varejo? Sim em quais linha estes impostos ocultos se encontram?

Antes de ir para pornografia contábil recomendo que se tenha conhecimento sobre impostos ocultos.

Anexo com as seguintes reportagens e um artigo  para tirar as devidas conclusões sobre o tema:


https://super.abril.com.br/comportamento/como-o-governo-se-da-bem/



Respondo adiante:
Insumos Adquiridos de Terceiros   -279.500.092
Outros:-31.317.546 
Pessoal: - 71.553.592


 Vendas de Mercadorias, Produtos e Serviços : R$ 528.461.865
 Impostos, Taxas e Contribuições : 129.337.488 ou 27,47% do faturamento.
 Sendo que destes 129.337,488  são:

Impostos federais:62.556.868
Estaduais: 65.772.690
Municipais:1.007.930


 Para um perfeito embasamento teríamos que fazer um estudo de cada empresa no inicio da cadeia de produção até a distribuição final para descobrir finalmente quanto esta suposta empresa paga de fato em impostos direitos e indiretos.


 Ainda digo mais: existe setores beneficiados como o de fundos imobiliários? Sim existe!  mas estes são minoria a grande maioria paga em média de 40% a 45% do faturamento em impostos diretos e indiretos e chegando alguns casos escabrosos de mais de 70%.

Como os impostos indiretos são de difícil mensuração  como constatado anteriormente é preciso fazer um estudo sobre o faturamento da empresa, ou seja fica fácil fazer alegações sem conhecimento de causa.


 Constatações: A empresa tem margens menores e consequentemente  acionista recebe um lucro menor, dizer que existe vantagem tributaria neste arranjo é como dizer que papai Noel existe.

EX: A empresa fatura 100
50% de imposto sobre faturamento
20% funcionários
20% outros
10% = Margem líquida = 10 ( aqui reside a grande vantagem alegada pelos estatistas ) que tal tributar esta renda da elite brasileira ,  afinal nos EUA dizem eles  é pago  35% no lucro final,  é um absurdo  esta diferença para o Brasil vamos tributar mais as elites brasileiras .

   A arte de usar um sofisma para induzir uma alegação conveniente é o que  mais permeia o cenário mainstream da economia brasileira.

   O governo compensa a suposta "isenção" com tributação indireta sobre consumo o que na medida do possível afeta os mais pobres, porém não se trata de isolar os fatores como bem sabemos não tem como tributar de uma maneira homogênea os mais ricos já que boa parte do dinheiro do ricos é usado para financiar   escassos projetos de infra estrutura brasileiro, como bem explicado no artigo do mises acima, todo aumento de tributo sobre mais ricos é aumento de tributo sobre mais pobres.

Por equivalência já possuímos uma carga tributária superior a vários países desenvolvidos e a saída passa muito longe de mais imposto sobre investimentos.

Repito não existe vantagem em receber dividendos isentos porque nosso governo compensa esta queda na receita ( Benesse social) com mais impostos indiretos, nosso governo te da com uma mão e te tira com as duas .

Abraço


quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Ranking de Renda passiva ( setembro )


 
                                                                           Notas

         Nesta edição do ranking tivemos a saída de um integrante do grupo por não postar a renda passiva por dois meses consecutivos:  Sai Micro investidor nerd entra  Viver de dividendos.



                                                     Divisão dos Magnatas
                                                                    

                                                                Heavy metal
                                                                               


    Continua disparado na primeiro posição do ranking com um montante acumulado no base de  (211.938,42).   Nosso amigo Heavy metal não postou no ultimo mês portanto levou uma advertência, consequentemente deve postar a renda acumulada no mês  de setembro & outubro na próxima rodada.  Além disso o pulha possui tanta renda passiva que basta dois meses de renda  para deixar todos outros participantes do ranking comendo poeira.

    A  grana é tanta que neste momento heavy metal  deve estar viajando para Las Vegas aonde fuma dólar nas horas vagas deitado em uma  banheira com nuttela ao som de Metallica.


                                                       Santo poupador          



       Continua disparado na segunda posição com um montante acumulado em 2017 de ( 95.820.26) 
" Chupa viver de construção" KKK.  Nosso amigo  santo poupador se mantém uma distancia considerável para viver de construção por possuir em  sua carteira  um montante de  1.500.000 em FII, ninguém segura este iluminado investidor que só em MFII possui a bagatela de 400 mil reais.


                                                       Viver de construção
                                                                        

                            VDC sendo enrabado depois de atravessar uma compra de lote.

  VDC postou recentemente um gráfico tosco aonde não da para saber ao certo qual foi a renda passiva do pilantra, portanto joguei na planilha  o que vi no gráfico;  já adianto para jogar o valor por extenso no próximo mês da renda passiva ( setembro & outubro) conforme as regras do ranking .

   Nosso amigo enrolado VDC  chega ao montante acumulado no ano de ( 87.478,28) fruto de muita  trambicagem com imóveis e  rolos esporádicos que  faz com lotes de terrenos e casas, como nem tudo são flores nessa vida de trader em imóveis eis que na ultima negociação de lotes VDC levou um nabo bem grande no meio do botão.


                                                               Pobre japa
                                                                         

                                      Japonesa com fogo no rabo a espera do pobre japa.

    Outro participante que vem despontando na ranking é o  japonês da federal com seu aportes parrudos e carteira conservadora, todo mundo sabe que com aporte de 10 mil  a.m é  questão de tempo até atingir a cifra do milhão. Japonês da federal acumula no ano um montante de ( 19,751.58), consequentemente nosso  amigo japonês anda  todo sentimentaloide por estar ficando velho e não ter arrumado uma mulher interessante para namorar, dica do mestre primeiro olhe o bolso só depois o rosto.
                                                          
                                                            Piloto investidor


     Nosso amigo piloto continua ultrapassando a barreira do som rumo as camadas mais altas no ranking de renda passiva. Piloto acumula no ano um montante de (  13.284,95) em renda passiva e adiante observa pobre japa tomar a distancia, ademais piloto  deve sofrer investidas frequentes do escalão mais baixo do ranking, espero que este trades com  opções continuem a turbinar seus aportes, caso contrario é questão de tempo até perder posições no ranking.

                                                    Divisão dos executivos
                                                             
                               
                                     Viver de dividendos e Rendimentos


      Continua sua saga pela renda passiva e felizmente voltou aportar com força , consequentemente dever estar trabalhando como uma mula no meio do sertão. No acumulado  nosso amigo viver de rendimentos alcançou a incrível marca de  (12.697,16) em renda passiva, com este feito em mãos viver continua se distanciando lentamente dos outros participantes  do ranking.

                                                       Investidor Precoce
     

    O bicho continua pegando para o lado do investidor  precoce ,este por sua vez esta investindo na biboca como forma de aumentar seu  faturamento e lucrar unzinho no final do ano, no mais continua o mesmo de sempre já que ainda não conseguiu aportar pesado para atingir cifras milionárias para  assim viver de rendimentos. No ano investidor precoce atingiu o montante de  ( 11.664,57 ) em renda passiva.

                                                   Mestre dos dividendos

                                

    Ando quebrando o pau no mercado acionário ao fazer movimentações insanas ( Estou ficando maluco porra!)  fico rico nessa porra ou morro pobre, como consequência das minhas ultimas movimentações minha  renda passiva  vem diminuindo em detrimento do patrimônio que sobe quase 40% em 2017. No acumulo do ano atingi um montante  de  ( 10.796,60) em renda passiva.

                                                      Viver de dividendos                   


    Estreia no ranking depois da eliminação do micro investidor nerd, para quem não conhece viver de dividendos se trata de  uma das figuras icônicas da blogosfera, esta figura antológica  mora atualmente  na Alemanha  , como consequência da mudança inesperado para o velho mundo seus aportes estão ficando seriamente prejudicados e sua taxa de poupança anda ridícula, aguardamos retomado dos aportes nos próximos meses depois da gastança desenfreada na mudança. No ano viver de dividendos acumula um montante de ( 10.401.54) em renda passiva.

                                                                Beto fiscal
                                               

       Na ultima posição do ranking do executivos se encontra beto fiscal com  alguma mutretas recentes e desanimo da vida , isso tem trazido preocupações a beto e também  alguns questionamentos sobre  vida e morte. Uma coisa posso afirmar para morrer basta estar vivo e não há nada que possamos fazer sendo rico ou pobre. No ano beto acumula um montante de (7.756,11) em renda passiva fruto de sua carteira conservadora.
                                                       
                                             Divisão dos empregados
                                                                 


                                                       Mestre dos centavos
                                                             

    Julius continua dançando e fazendo mutretagens com agiotagem parental e mais um negocio tão secreto que nem ele mesmo sabe do que se trata. O arrombado do Julius vai despontar ainda mais nesse ranking, principalmente porque a taxa cobrada pelos empréstimos rende muito mais do que qualquer ação ou FII no mercado. No ano julios dispõem de montante de ( 5.920,00) em renda passiva

                                                                         ADP


   ADP continua fazendo realizações parciais na carteira de renda variável e aumentando bolo em renda fixa  antevendo a merda que vira nos próximos anos no mercado de renda variável tupiniquim. No ano ADP acumula um montante de (5.833,42) em renda passiva.


                                      Funcionário público investidor
                                                      



    Continua se benzendo para evitar a grande piroca estatal que  entrara com força no rabo dos funças no próximo ano base, provavelmente mais  imposto diretamente na fonte( salário) dos funças parasitários deste bostil, mas em contra partida o dinheiro da renda passiva já se avoluma em sua conta. No ano funcionário público acumula um montante de ( 4.121,96).

                                                         Marujo investidor
                                       
    Continua fazendo  trades com milhas para suprir seus baixos aportes e alavancar sua carteira , consequentemente sua renda passiva vai de vento em poupa. No ano marujo investidor acumula um montante de (3.377,36).

                                                            Zé ninguém

                                                                   



    
     Nosso amigo Zé ninguém não aporta há séculos! desconfio que deve estar fodido e desempregado, sua carteira de FII também é uma bomba relógio ( Cuidado é uma cilada Bino!! vende estes FII (problemáticos ). No ano Zé ninguém acumula uma renda passiva de ( 3.095,88).

                                                Divisão dos estagiários

                                                                  

                                                                 
                                                                  Viver de FII

                                                                 

  
 Gaúcho continua na mesma situação crescendo lentamente sua renda passiva mês a mês, no ano gaúcho atingiu a marca de ( 2.901,18) em renda passiva. Ao que me parece situação no rio grande do cu continua desesperadora, recentemente o governo cogitou vender algumas ações banricul para fechar as contas.

                                                        Cowboy investidor


                                                       Cowboy entra na mira do touro  



    A carteira do cowboy continua sem surpresas,  aportes parrudos e frugalidade são arma mais forte de cowboy para galgar posições no ranking. No ano cowboy acumula um montante de (2.244,16) em renda passiva.


                                                    Soldado do milhão

                                                           

  Continua empreendendo na sua biboca na periferia e deve estar bem ocupado com as vendas no final de ano . O resultado do soldado no que tange aportes melhorou muito e logo ele deve alcançar posições mais nobres dentro do seleto grupo do estagiários. No ano soldado acumula um montante de ( 1.294,97) em renda passiva.

                                                          Pobre sofredor                                   



    Parece que o meliante arrumou um emprego no rio de bosteiro e finalmente vai  sair da merda e ascender para alta sociedade dos estagiários. No ano nosso amigo pobre sofredor acumula um montante de ( 650,20 ) em renda passiva.


                                                                    Steynd B


                                                                 



    Sem novidade para nosso amigo Steynd que continua enrolado com suas dívidas e ocupa lanterna da divisão dos estagiário com um montante acumulado de (114,17) em renda passiva.

                                                 Estatísticas do rankings

                                                                 
                                             Click na imagem para melhor visualização