sábado, 17 de junho de 2017

Giro de mercado 2.0


Movimentações do mês:
Sai:KNCR11, RNGO11, AGCX, SAAG, FIIP11B e SDILL.
Entra: EGIE3 , ITSA3  e CGRA3


- Ganho liquido da operação Livre de IR, corretagem: 3.918,18
Aluguel recebido no período base:3.965,66
Lucro líquido total = 7.883,94
Retorno sobre capital investido líquido: 27,88%

Você fez Trade? Trade valor? Etc Não

Os motivos da venda são puramente técnicos : Não existe motivo para carregar  ativos que não podem  prover premio de risco superior a renda fixa,  e muito  provavelmente devem apresentar queda considerável na renda nos próximos anos.

Resultado das trocas  apresentando valorização expressiva em período relativamente curto.
EGIE + 3%
CGRA + 8,64%
ITSA + 1,95%

Vai vender quando subir muito ?  Provavelmente Não

A não ser que encontre uma empresa muito descontada no mercado, como diria Graham uma "verdadeira pechinchinha". Supondo que tal empresa apresente qualidade superior e um retorno potencial infinitamente superior em comparação a  primeira empresa,  nestas circunstâncias considero fazer a troca! Caso contrario carrego indefinidamente.

Porque vendeu FII ? Simples
Não vejo perspectivas a longo prazo nos ativos que vendi, lembrando que considero longo prazo 10 anos ou mais. 
- M2 sobrevalorizado
- Renda estagnada ou diminuindo
- Estoques de imóveis a se perder de vista etc

Compraria de novo? Provavelmente não
A não ser que  apresentem perspectivas melhores no lucros,  além de  uma  margem de segurança superior a taxa livre de riscos.

Ex: Existe ações de primeira linha com payout de 50% pagando mesma coisa que FII que possui payout de 95%. OBS: Estas ações possuem melhores perspectivas de aumento no lucros , principalmente se levarmos em conta os próximos exercícios. Na outra ponta temos  FII de lajes corporativas e logística sofrendo  rodo com estoques locais + Custo oportunidade, vacância , Depreciação etc.


FII de lajes , logística e Agência = Considero de risco elevado


Outro ponto importante : Estou limando FII menores na minha carteira global! Quero investir apenas em FII graúdo estilo : KNRI, HGRE HGBS etc

Imaginem  impacto de uma saída da  BR Foods num SDIL da vida.
Imaginem  impacto de uma saída em massa de locatários em um  RNGO .
Agências:  Particularmente não acredito na extinção das  agência físicas em bancos públicos,  porém uma coisa podemos ter certeza!  no  final destes contratos,  aluguel vai cair muito!  e o numero de agência físicas deve diminuir substancialmente.
 Quem aqui já seu deu ao trabalho de ler o regulamento do  Saag? Este FII possui uma  cláusula em seu regulamente  estipulando que ao final do  contrato o fundo deve  alugar seus imóveis  para o banco Santander!   para piorar Santander tem preferência  na recompra das agências. Neste preços prefiro comprar ações do Santander com yield de 8% a.a e payout de 70 a 80%.

No FIIP11B o que mais me incomoda sempre foi o  fator depreciação nos galpões + Regiões de difícil reposição.

No AGCX: Gestor perdeu o bonde para  recomprar   novas agências, provavelmente vai amortizar capital alocado em LCI, temos também um caso peculiar efetuado em contratos de novas agências assinados anteriormente pela  caixa econômica "Foderal ", literalmente rasgaram os contratos. Nestes preço prefiro comprar ações da Itausa com yield de 7% + payout de 50%.

Pretendo Manter BBPO11 , mas considero vender caso encontre alguma barganha no mercado de FII ou acionário.  Nestes preços  praticados atualmente prefiro comprar Ações do Banco do Brasil e BB seguridade diretamente em vez de aumentar posição no BBPO11.


Como ficou a carteira?

                                                                                    
A operação já me rendeu bons ganhos.




Abraço!

28 comentários:

  1. Sempre é tempo para arrependimento na compra de FIIs...gostei da alocação em Ações ! Falou e disse...ações pagando DYs equivalentes a FIIs, com perspectivas no lucro, além claro da valorização muito maior do capital neste tipo de ativo.

    Eu compraria FII só se for quando tiver uma grana considerável e quiser diversificar, caso contrário, to fora...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podei elos mais fracos de minha carteira, não faz muito sentido comprar uma Itausa com payout de 50% + bonificação Vs 7% a.a contra um FII de agência negociado em 8% a.a e payout de 95% + IPCA.
      A coisa esta meio bolhada no mercado de FII, um dos motivos principais para isso tem nome: Falta de liquidez + queda na curva de juros futuros.

      Ações possuem maior risco obviamente, por isso tendem a possuir premio em relação ao fator alavancagem. Isso tendo ser minimizado quando compramos com boa margem de segurança, minimiza bastante os riscos.

      EX:Imagine um cenário hipotético de ações de primeira linha como ambev, Mdia etc todas pagando mais que FII.


      Pelo menos 40% em FII é recomendando ter em carteira como forma de prover fluxo de caixa constante e tranquilidade nas crises.

      Agora FII aos preços atuais anda fora da casinha, na atual situação vale mais apena comprar um punhado de ações boa pagadoras de dividendos e bem ADM.







      Excluir
  2. Mestre, parabéns pela carteira, perdi a minha virgindade com ações tbm, comprei pouco mais de 500,00 em ITSA3 anteontem, no fracionário claro porque meus aportes ainda não permitem muito, farei um post em breve pra descrever essa experiência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa maromba!

      Maromba você possui reserva de emergência?
      A primeira regra para investir em renda variável é
      " nunca vender por necessidade!"
      Imagine um cisne negro no mercado tupiniquim, acredite algo absolutamente normal de acontecer na atual conjectura.
      Agora imagine que você precise vender suas ações por necessidade no pior momento. Como ficaria?


      Abraço

      Excluir
  3. A descrição de seus movimentos no portfólio demonstram um senso de racionalidade para tomada de decisões. Isto é fundamental. Sempre ressalto: não existe método garantido para ser bem sucedido na vida, quem dirá no mercado. O que existe são princípios extraídos da análise dos resultados de diversos investidores bem sucedidos.

    Um detalhe é importante. Nenhum investidor bem sucedido tem 100% a teoria idêntica a outro investidor bem sucedido. Até Graham e Buffet tem discrepâncias, apesar do último ser pupilo assumido do primeiro.

    Um exemplo: George Soros tomou dinheiro emprestado para apostar no mercado de câmbio e após os custos embolsou 1 Bilhão. O que diriam os defensores do investimento a longo prazo?

    Warren Buffet usa o float das companhias de seguro como método de obtenção de capital à custo zero para investir em negócios sólidos. O que diriam os defensores da hipótese de mercado eficiente?

    Quem está certo? Ambos. Ambos fizeram dinheiro. Quem está errado? Quem não se apropria das bases utilizadas pelos investidores bem sucedidos e cria a própria. O que foi utilizado como estratégia ontem já não funciona 100% hoje. Adapte-se ou morra.

    Não há mágica para o investidor. O que deve existir é a congruência entre a soma das teorias mais profundas adotadas pelo investidor e a prática executada. Não importa quão charmosa é a teoria, ocasionalmente você deve olhar para os resultados.

    Disclosure: Você vendeu alguns ativos que foram exatamente os mesmos que comprei. E no mesmo mês. Nada melhor que a sabedoria para definir. Mercado: um compra, outro vende, ambos acreditam estarem certos.

    Abs Mestre



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Belo comentário valores reais!

      Lembrando que o mercado é constituído de diferentes agentes, todos operando com diferentes perspectivas de tempo e volumes de dinheiro.

      EX: Para que uma pessoa aposentada iria comprar uma empresa de crescimento? Não faz sentido!

      Imagine uma carteira de milhões de reais sendo ADM por um indivíduo extremamente conservador - OBS Este indivíduo possui idade avançada,não faria sentido algum correr riscos nesta altura do campeonato.

      Outro ponto importante que dificilmente se comenta na blogosfera.

      Quem opera no mercado há muito tempo conhece um dos mandamentos clássicos: Quanto maior for o montante aplicado no mercado de capitais, mais difícil fica para tirar dinheiro do mercado com grandes movimentações de curto e médio prazo.

      Lei do retorno decrescentes:
      - Uma empresa com faturamento de 1 bilhões de reais tende a dobrar seu faturamento em tempo relativamente curto.
      - Uma empresa com faturamento de 50 bilhões possui extrema dificuldade para dobrar seu faturamento em tempo relativamente curto.


      Parte 2: Provavelmente é mais fácil tirar 20% a.a de uma carteira possuindo até 1 milhão de reais do que tirar 20% a.a com uma carteira de milhões de reais.

      Muitos caminhos podem levar roma, cabe cada um escolher estratégias de acordo com objetivos e aspirações individuais.


      Abraço

      Excluir
    3. Ótimo comentário TR.

      Mestre, este é o TR, o VR é outro blog. Eles devem ser irmãos kkkkk

      Excluir
    4. Tem tanto Reais aqui na blogosfera que acabei confundindo os blogueiros.


      Abraço

      Excluir
  4. Parabéns pelos resultados obtidos Mestre,

    Eu entendo o racional das suas operações e concordos com os seus argumentos. Se o mercado de FIIs tivesse mais liquidez, teria sofrido maior volatilidade.

    O ponto principal para estabelecer a análise é margem de segurança sobre a taxa livre de riscos. Eu tenho algumas dúvidas: Por que você não tem nehuma seguradora na sua carteira de ações? Você tem alguma alocação ideal(ou limite) por setor na sua carteira de ações para limitar o risco?

    Grande Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O setor bancário brasileiro controla as maiores seguradores do mercado.
      Resumo da obra: Ao comprar bancos indiretamente você assegura participação nas maiores empresas do mercado.

      ITAU tem 70% das ações ordinárias da porto seguro, e
      Bradesco seguros tem enorme penetração no setor de varejo.

      Segundo fator : Seguradoras no Brasil são menos lucrativas quando comparadas as diversas seguradoras de outros países. Qual o principal motivo para baixa lucratividade tupiniquim ? Elevado índice de sinistralidade tupiniquim."

      O setor de seguros ganha no spread.
      custos - provisões com sinistralidade - impostos = Resultado
      Boa parte do dinheiro nas seguradoras esta alocado em títulos públicos de primeira linha.

      Para aumenta lucros seguradores tem dois caminhos plausíveis.
      - Aumentar a base de clientes
      - Reduzir o índice de sinistralidade

      O paraíso perfeito para seguradores: Índice de sinistralidade baixo + Taxa de juros interbancária elevada.

      Resumindo seguros no Brasil é dominado pelo setor bancário, então não observo grande ganho de escala em adquirir seguradoras.

      A não ser que o valuation seja extremamente descontado em relação a seus pares.

      Abraço


      Excluir
    2. Limite não ! Mas trabalho com algumas estratégias visando limitar riscos desnecessários.

      -Investir em empresas anti cíclicas ou de serviços essências quando valuation das cíclicas não apresenta premio de risco superior a não cíclicas.

      - Comprar sempre com grande margem de segurança

      EX: Imagine uma ação de um setor cíclico sendo vendido por um Valuation extremamente atrativo VS uma ação de um setor não cíclico.

      Neste caso especifico compro a primeira opção!

      No caso de pouco desconto ou risco elevado darei preferência a segunda ação.


      Resumindo: O Fator principal para entrar em uma ação é o " Preço" + " Margem de segurança" , sendo assim % do setor fica em segundo plano.

      Excluir
  5. Algum motivo especial para sair do Kinea?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Operacional nenhum!
      Apenas oportunidade de comprar mais ações por preços interessantes.

      Excluir
  6. Eu nem entrei ainda nessa onda de investir em FII mas pelas últimas análises principalmente as suas, to vendo que tenho que segurar mais um pouco rs, ótimas dicas !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Stifler para tudo !

      Não tem dica nenhuma, se você opera baseado em dicas tende aumentar muito suas chances de perder dinheiro na bolsa.

      Você entendeu o racional que postei?
      Resumindo pelos modelos de valuation atuais algumas ações podem apresentar maior retorno em comparação aos FII.

      Posso estar errado, aparecer um cisne negro que derrube o mercado acionário inteiro.


      Não faço analise de valores mobiliários neste espaço, até porque não tenho certificação para tal, apenas divulga o que vendi e comprei.

      Quais Objetivo com tais movimentações? mostrar como funciona a vida de investidor que opera baseado em precificação, quando erro e quando acerto postarei aqui.


      Leia o comentário do termos reais acima ! ele sintetiza bem como funciona o mercado.

      Muito caminhos levam a Roma!

      Então não siga dicas, desenvolva seu próprio operacional.

      Abraço

      Excluir
    2. Entendi Mestre !! usei o termo "dica", mas o que você disse ajuda a prestar mais atenção nesse detalhes, ainda mais para quem está tentando aprender como eu, Fundos Imobiliários pelo que percebi precisa estar de atento a vários fatores, como por exemplo o que você citou sobre agência fisicas, e realmente já está acontecendo, exemplo: Banco do Brasil aqui na minha região já fecho diversas agências !! Eu aprendo muito "como acompanhar" com você rs

      Excluir
  7. Excelente post Mestre!

    Voltei para renda variável recentemente e apesar de ver nos FIIs uma ótima oportunidade de gerar renda passiva, realmente percebo que vários fatores importantes não refletem no preço, a baixa liquidez deve ser o principal, como vc mesmo ponderou.

    Sucesso nos investimentos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que tem não vende = Baixa liquidez

      Baixa liquidez = Spread elevado.

      A conta aqui é bem fácil, se não pode pagar mais que a taxa livre de risco estou fora!

      Abraço

      Excluir
  8. Olá, Mestre

    Parabéns pelo resultado.
    Você escolheu o meio mais duro para investir seu dinheiro. Poucas pessoas têm a paciência e o interesse de estudar o mercado como você está fazendo, em compensação poucos obtiveram o retorno que você conquistou até agora. Certamente é muito mais fácil e "divertido" investir usando análise gráfica do que valuation.
    Bem, gostaria de te perguntar duas coisas?
    1) Você considerava anteriormente EGIE3 cara, mudou de opinião?
    2) Poderia me indicar alguns livros sobre valuation? Sei que você já indicou aqui no seu blog, mas não consegui encontrar.

    Obrigado
    Ps. Gostaria de ter feito esse comentário como Anom, mas acho que o seu blog não permitiu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Bye Bye Brazil uma honra ter sua presença neste espaço.

      Então bye bye: Lembro que quando fiz o comentário sobre a ENGIE. A empresa estava sendo negociada por 36,50 isso representa em termos reais um deságio de aproximadamente 10% em relação aos valores de aquisição, se formos levar em questão o dia dia D do pânico chegamos a bater 20% de deságio.

      As receitas da engie são até certo pontos previsíveis e lineares,resultado do 1 T 2017 vieram muito interessantes! O que demonstra que ao final do exercício 2017 deve ocorrer um aumento no lucro substancial, naturalmente isso deve se refletir instantaneamente na cotação.


      O que mudou na minha opinião neste meio tempo ? Ao final do período fiz valuation em todas empresas do setor, cheguei a conclusão que alupar não estava tão descontado como imaginava,ao contrario estava cara!

      Outra questão é que não me atenho apenas aos números, mas também a governança = "Valuation qualitativo".

      Por ultimo empresas elétricas são as melhores empresas para prover fluxo de caixa constante, além de segurar a carteira em momento de tensão como o que estamos vivendo.

      Inclusive você pode vender empresas elétricas para comprar empresas cíclicas sendo vendidas com grande deságio no fundo do poço.

      Sobre livros de valuation:

      Básicos:
      Security Analysis - Beijamin Graham-

      Valuation - Asha damodaran

      Livro nacionais:

      Investindo em small- Anderson Luerdes
      Valuation - Alexandre Povoa

      OBS: Não li o livro do Povoa ainda!
      Provavelmente vai entrar para minha lista de aquisições nos próximos meses.

      Acrescente a lista livro que não são puramente sobre técnicas de valuation , mas que tem lições importantes.

      O jeito Peter Lynch de invester - Peter Lynch
      Investidor inteligente - Beijamin Graham
      Investindo em ações para longo prazo - Jeremy siegel

      Não permito anônimos aqui para evitar assuntos desnecessários, trollagem etc.













      Excluir
  9. Olá Mestre!

    Interessante! Eu também diminui bem minha posição em FIIs. Só volto quando voltar a acha-los interessante (aqui leia-se preço)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos tocando o barco.

      Quando todo mundo esta falando em uma mesma coisa, pulo Fora do mercado com lucro que tiver em mãos, principalmente se o preço estiver fora da margem de segurança proposta inicialmente.

      Abraço

      Excluir
  10. Olá MD,

    Mais um post, mais uma aula. Obrigado por compartilhar tanto conhecimento.

    Como você disse, vários caminhos levam a Roma, e continuo firme no caminho chamados Fundos Imobiliários.

    Eu quero renda mensal p/ reinvestir, e neste cenário os FIIs são imbatíveis.

    Bom, vamos começar por AGCX: Concordo 100% que os gestores comeram bola ao manter o dinheiro aplicado em renda fixa, ao invés de ter investido em imóveis.

    Espero que seja feita a amortização, logo, poderemos alocar em outros FIIs e receber a renda real, proveniente 100% das locações com a Caixa.

    Concordo 100% também com a sua colocação de que ao final do contrato teremos um baque na renda. É normal e esperado em contratos atípicos.

    Tenho já planejado a minha ordem de venda (e espero que muitos cotistas não me sigam para manter os preços altos) alguns meses antes do fim do contrato.

    Até lá, teremos alguns bons meses e pelo menos mais 2 aumentos de renda, logo, como o mercado precifica baseado em yield, o preço da cota vai subir e poderei desovar tranquilamente minha posição.

    Se tudo der errado? Terei redução na renda, mas ainda sim algo será gerado, pois AGCX é banco do povão e não muda tão cedo para agências digitais.

    RNGO: Concordo, tem que sair, melhor manter só o CBOP e a renda do RNGO vem minguando já há algum tempo, quem acompanha meu blog viu quando eu saí dele, apesar de que saí antecipadamente e a cotação subiu muito, mas, pra mim “preço não importa” ...

    FIIP e SDIL: Concordo ... Se for pra ter dinheiro neles ainda sou mais HGLG (mesmo com a provável redução de renda nos próximos meses) ou até mesmo aquele de Louveira, GRLV se não me engano.

    SAAG: Mesmo racional do AGCX que escrevi acima.

    KNCR: Eu manteria ... é Itaú! Neste venho aumentando posição sempre.

    Seu racional de buscar o aumento através do que chama de ‘valuation’ é muito bom, mas, como bem citou, pra quem busca renda passiva, não faz sentido buscar empresas de crescimento ... Não que seja meu caso por já ter um montante grande, mas, eu ainda prefiro a renda passiva do que o aumento patrimonial (pois no meu caso eu aumento patrimônio usando minha “própria empresa de construção”).

    Uma aula ...

    Palmas mestre, e vamos acompanhando a sua jornada.

    Em breve voltarei as ações ... Problema meu é: Sempre tem FII que eu quero comprar e acabo mudando o aporte pra FIIS, o problema é que meu capital esta ficando muito alto em FIIs, ainda não me preocupa, mas deveria ...

    Abração

    VDC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não aposte em agências para longo prazo, encaro como fundos de transição.

      Gestores atualmente não tem expertise imobiliária para tocar contratos complexos com: Bar , lanchonete, lojas etc.

      Ainda por cima existe imóveis bons misturados com imóveis ruins.

      Sobre desovar antes do final dos contratos: A questão é que metade das pessoas envolvidas no mercado de FII pensa da mesma forma.

      Imagina que Lá para 2020 fundos de agência devem sofrer um baque violento no preço da cota.

      Abraço


      Excluir
  11. Boa Mestre!

    Eu tenho FII que comprei em fevereiro de 2015 com preços de quando o patrão ficou maluco. hoje tá difícil comprar pois estou achando caro demais.

    Alguns fundos eu mantenho sem querer aumentar posição, outros eu até quero aumentar posição mas só quando der uma desinflada.

    FII de banco realmente é uma incógnita mas duvido muito que os bancos queiram comprar os imóveis pois o motivo para entrarem nos FII foi justamente não manterem dinheiro imobilizado.

    O que você acha que vai acontecer com BBPO11 quando terminar o contrato?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - Devolução parcial de agências
      - Diminuição da área ocupada nas agência remanescentes
      - Diminuição do aluguel cobrado por m2

      A renda vai e consequentemente o valor da cota vai junto.

      Excluir