domingo, 12 de março de 2017

Familia setubal e Aguiar pagando gordos proventos ao mestre.

                 "Mestre tome esta mixaria aqui para tu comprar um lanche gourmetizado."

   Sem mais delongas, eis que recebi uma bolada de Dividendos&JCP em minha carteira bancaria no mês de março,  ao todo recebi exatos R$ 800,34 já líquidos de imposto de renda retido na fonte, que somados ao alugueis de  FII  R$ 1070,46  totalizaram  um montante de 1870,80 no mês base.


Infelizmente ainda recebo  parcos dividendos de ações, porem estou visando deixar pelo menos 50% da carteira atrelado em ações de crescimento e dividendos.

Atualmente minha carteira se encontra com míseros  23% alocado em ações ou seja terei que dobrar  valor investido em ações em um período base de 1 ano ou  mais .

Renda fixa ainda não voltou a figurar na carteira do mestre, lembrando que uso renda fixa como reserva de emergência para momentos de barganhas no mercado  acionário ou FII.

Apesar do preço das ações estar devidamente salgado, tenho conseguido avistar parcas oportunidades em ativos individuais, enquanto estes estiverem dentro do range vou comprando tranquilamente e se cair dobro aposta.

A carteira do mestre é enxuta! carteira constituída de apenas seis ativos individuais ao qual 4 ativos já se encontram devidamente encarteirados.

Grande parte de minha carteira sempre foi constituída de ações do Itaú e a segunda maior parte atualmente é constituída de ações da Grendene.

Total Ativos: 6
3 Blue chips
3 Small caps

1 Blue chip
Itaú = 905 ações

2 Blue chip
Bradesco = 180 ações

3 Small Cap
Greendene = 500 ações

4 Small Cap
Eztec = 280 ações

5 Blue chip
ENGIE Brasil  = 0 ações

6 Small Cap
M Dias Branco = 0 ações


Qual racional por de trás da carteira do mestre?

Misto= Possibilidade de crescimento  por novas  aquisições em  nível intermediário ou payout inferior 45% do lucro líquido anual.

Dividendos = Possibilidade de crescimento das receitas via aquisições pequeno ou moderado com payout superior a 45% do lucro líquido anual.

Crescimento = Possibilidade crescimento via novas aquisições grande com payout inferior a 35% do lucro líquido anual.


M dias branco = crescimento
Itáu = Misto 
Bradesco = Misto
Eztec = crescimento
Greendene =  Dividendos
Engie Brasil = Dividendos



Racional

Empresas com grande participação no market share regional geralmente possuem capacidade de crescimento comprometida ao longo dos próximos anos, sendo assim  lucro só pode aumentar via redução de despesas ou aumento de receitas com serviços e produtos  oferecidos. Evidente que ao se racionalizar sobre esta constatação chegaremos a uma breve conclusão ,   Small caps oferecem maior capacidade de ganhos via aquisições do que as já combalidas blue chips, geralmente precificadas a preço de ouro pelo mercado.



11 comentários:

  1. Opa! Se puder adicionar meu outro blog no blogroll, ficarei grato: Porta dos Investimentos (http://portadosinvestimentos.blogspot.com.br)

    Adicionarei seu blog neste novo blog também!

    Muito obrigado e um abraço!

    Ps.: Desculpe a mensagem fora do tema, blog novo, tem que pedir aos amigos ajuda! Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou dar uma olhada lá com calma depois adiciono.

      Excluir
  2. gostei,eu ainda peco nessa parte, acredito que estou diversificando demais minha carteira e acumulando pouco...irei focar em aumentar as posiçoes agora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há necessidade de diversificar tanto no começo.

      Excluir
  3. Interessante... vamos acompanhar a carteira de ações agora do MEstre ...

    Boas empresas ...

    ResponderExcluir
  4. O retorno nas ações bancárias está nas bonificações de ações muita gente não capta isso porque é difícil aí acham que os bancos não são interessantes. Se olharmos fora do país até concordo na usa e ue tem coisas muito melhores que os bancos mas com esse nosso juros aqui é um paraíso ideal pra eles

    ResponderExcluir
  5. Penso mais ou menos igual a ti, tenho alguns estudo que apontam nesta direção, porem existe um adendo o lucro dos bancos é mais volatil ou seja: Embora este risco seja menor do que setores cíclicos da economia com receita garantida, com toda certeza podemos afirmar que são mais arriscados do que setores com receita garantida ou estável ao longo do tempo.

    Uma execução de uma provisão para devedores duvidosos de grandes empresas pode custar ao banco uma queda de 40% ou 50% de lucro líquido em um ano

    Para mitigar este efeito de estudar a qualidade do crédito oferecidos e o nível adequados dos devedores.

    ResponderExcluir
  6. Grande Mestre!

    Carregadinho de Itaú né, muito bom. Ví que você comentou aí em cima sobre os devedores duvidosos dos bancos mas em se tratando de Itaú, ele é o que menos tem devedores com rating H que seriam os " não pagadores".

    Não pensa em ampliar esta carteira para uns 10 ativos? De 6 ativos dois são bancos.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala buscando o milhão blz.

      Então até tenho mais 2 empresa em vista, porem minha carteira tem muito ativos e minha estratégia é agressiva.

      Uso de concentração , além disso meu aportes são pequenos, não chega ao ponto de ficar aportando em vários ativos ao mesmo tempo sem incorrer em elevação de custos.

      Outro fator é tenho muito conhecimento das empresas a qual avalio ou seja tenho pleno domínio e conhecimento para concentrar posições.

      E por ultimo se houver uma disparada nas ações que seja quando eu tiver uns 50 mil ou mais alocados .


      Se for para ter lucro de 50% para + em ações com posições pequenas nem me animo muito.


      No Itaú eu tenho 30 mil reais e penso em deixar para mais de 50 mil.

      Greendene quero deixa mais de 30 mil

      Eztec mais de 20 mil

      Bradesco uns 10 ou 15 mil

      Engie&Mdias 10 mil cada

      Porem tem mais duas empresas que tenho interesse uma para dividendos e outra para crescimento.

      WEG e Taesa, porem como capital é pequeno prefiro concentrar nas 4 primeiros enquanto o desconto estiver bom vou comprar Itau até chega aos 20% da minha carteira global.

      Nos próximos anos penso em vender alguns FII que acredito não terem perpetuidade e jogar tudo em Taesa.

      Enquanto estiver pagando bem vou levando , mas dos 15 ativos de FII que tenho, penso em segurar por tempo indeterminado apenas 10.

      Ou seja vai sair 5 ativos de minha carteira global futura , projetando para realidade ideal ficaria com 8 empresas + 10 FII = 18 ativos.

      Excluir
    2. Ahhh, agora entendi melhor e concordo. Também tô comprando Itaú aos poucos e aumentando posição.

      Tenho acho que 13 FII e uns 4 q posso eliminar e ações tenho 6 hoje mas pretendo ter de 8 a 10 mas exatamente como você mencionou, primeiro crescer um pouco as que já possuo pra entrar em outras mas pra mim o que determina o momento ideal pra entrar é o preço. Caso Itaú esteja 36 e taesa 19, vou de taesa primeiro.

      Show de bola seu pensamento. Pensamos bem parecidos.

      Abraço.

      Excluir